Douglas foi apontado pelos comparsas como o assassino.

Uma idosa foi encontrada morta dentro do apartamento onde morava, na zona leste de São Paulo.

O corpo de Ivani Aparecida Martinez, de 64 anos, foi localizado pelo sobrinho. Ela morava sozinha.

Inicialmente, a família suspeitou de uma conhecida da vítima, que lhe devia dinheiro e  esteve com ela na noite anterior. Entretanto, após as investigações, a polícia descobriu que três funcionários do prédio também teriam recebido dinheiro emprestado de Ivani.

Os vigias e o porteiro do condomínio, Renilson Bispo da Silva, de 27 anos, Lucas Simões de Araújo, de 28, e Douglas Gomes Silva, de 40, foram presos enquanto trabalhavam. Segundo os policiais, Renilson seria o mentor do crime para que a senhora parasse de cobrar os R$ 65 mil que emprestou a ele. Douglas foi apontado pelos comparsas como o assassino.

O trio ficará preso temporariamente por 30 dias e, caso condenados, poderão responder por homicídio qualificado e roubo. Enquanto isso, a família torce para a justiça seja feita.

Matéria extraída do SBT