Homem de 38 anos teria abusado sexualmente de dois meninos, um de 5 e um de 11 anos, em um parque e em um terminal rodoviário

Um homem de 38 anos foi preso nesta terça-feira (8) suspeito de abusar sexualmente de duas crianças em banheiros públicos da região central de Poços de Caldas, no Sul de Minas. O intervalo entre os crimes foi de três dias, em dois locais diferentes.

No primeiro caso, que aconteceu na tarde do último sábado (5), uma mulher de 38 anos relatou à Polícia Militar (PM) que estava passeando pelo parque José Afonso Junqueira com seus filhos, quando um deles, um menino de cinco anos, pediu para ir ao banheiro.

Ela ficou aguardando ele do lado de fora, e, quando ele saiu, disse: “Mamãe, o moço mordeu meu pipi”. A criança ainda contou que não machucou, mas tinha feito cócegas.

Ao ser perguntado sobre quem teria feito isso, ele apontou para um homem que tinha acabado de sair do banheiro, e ia em direção ao interior da praça.

Desesperada, ela procurou pelo autor do crime, mas não conseguiu avistá-lo mais. Ao retornar ao banheiro, a mãe comunicou o fato a guardas municipais que estavam no local, além de um zelador. Ao ser informado das características do suspeito, o funcionário disse que o indivíduo é conhecido por “maus hábitos” ao utilizar o sanitário.

Ao ser identificado, a PM realizou buscas na região na tentativa de deter o homem, mas até então ele não tinha sido localizado. A vítima foi levada para o hospital da Santa Casa do município, e foi liberada.

Outro caso

Já nesta terça-feira (8), três dias após o primeiro delito, o suspeito foi finalmente preso após a acusação de um novo abuso sexual a uma criança, também dentro de um banheiro público. Desta vez, teria sido a um menino de 11 anos, no Terminal de Linhas Urbanas de Poços de Calas, bem próximo ao outro ocorrido.

Segundo a PM, a criança contou que quando entrou no banheiro, o suspeito estava saindo, mas voltou dizendo que precisava lavar as mãos. A vítima entrou em um box e fechou a porta.

O homem teria aberto o local e tentou abaixar a calça do menino, passando a mão em suas nádegas. A criança se assustou e virou de frente para o autor, que o arranhou com as unhas no braço direito.

A vítima conseguiu sair correndo do banheiro e pedir ajuda. Funcionários do terminal mostraram ao menino as filmagens das câmeras de segurança para a identificação do autor.

De posse das características dos suspeitos, policiais militares fizeram buscas na região para tentar prendê-lo. Ele foi localizado próximo à praça Dom Pedro II, a alguns quarteirões do local do ato. Ao avistar a viatura, o suspeito tentou fugir, mas foi detido, e reconhecido pela vítima.

O menino de 11 anos não foi levado para o hospital, pois a avó, que estava no terminal no momento do crime, não achou necessário. O homem foi preso e levado para a delegacia de Polícia Civil.

Extraído do site O Tempo, matéria de Gabriel Moraes.