21º Festival da Canção de Andradas acontece em setembro.

Dias 26,27 e 28 de setembro às 20h30 no Clube Rio Branco. Entrada Franca.

Começa nesta quinta-feira, 26, o evento artístico cultural que supera duas décadas de edições ininterruptas, revelando novos talentos da boa música brasileira e consagrando grandes nomes do circuito alternativo e independente da MPB. Criado pelos irmãos David França e Gilmar França em 1999 com o intuito de trazer para a cidade, além do lazer e entretenimento, a valorização dos compositores e músicos de todo o país. Fomenta o Turismo e desenvolve a Cultura Musical, criando um intercâmbio entre profissionais e amadores.

Neste ano de 2019 em que se realiza a 21ª edição estão sendo oferecidas gratuitamente Oficinas Culturais no Centro Cultural de Andradas com os professores Cláudio Rodrigues do Couto e Iraci Imaculada da Silva com o objetivo de formar novos compositores e cantores, contribuindo na preparação técnica  para que possam participar das edições posteriores.

Música classificadas:

1 – O doce chega ao mar – Sílvia Conradi – Andradas MG
2 – Licença – Deia Silva – Campinas SP
3 – Tic Tac Tum Tum – Nilza Salvi – Andradas MG
4 – Rio de histórias – Walter Dias – Belo Horizonte MG
5 -Lugar na casa – Jeferson Silva – Andradas MG
6 – Tá no sangue – Rafael Viola e Dinelson – S. J. Campos SP
7 – Legado de esperança – Tiago Modesto – Andradas MG
8 – Amorável – Zé Alexandre – São Paulo SP
9 – Porta de entrada – Zaíra Felisberto – Andradas MG
10 – O silêncio do rio – Duo Aduar – São João del Rei MG

Sexta-feira dia 27/09/2019
1 – Tango da resiliência – Horizonte OH – Angra dos Reis RJ
2 – Cartas marcadas – Luiz Bira – Itabira MG
3 – O sal – Zebeto Correa – Belo Horizonte MG
4 – No próximo passo – Tiago K – São Paulo SP
5 – Todo possível – Márcia Cherubin – São Paulo SP
6 – Calango desassombrado – Diorgem Jr – Gov Valadares MG
7 – Seja menino ou menina – Os saúvas – Formiga MG
8 – Francisco – Cícero Gonçalves – São Paulo SP
9 – Malungos – Jéssica Stephens e Carlos Gomes – Praia Grande SP
10 – Livre, leve amor – Paulo Kalu e Jane Oliveira – Diadema SP

Suplentes:
2 – Tá com pressa? – Patrícia Nabeiro – São Paulo SP
3 – Samba Calé – João Oliveira – Taubaté SP
4 – Tanta coisa – Edson d’aísa – São Roque SP
5 – Cegueira – Thaís Dantas – Mairinque SP

A premiação foi dividida da seguinte forma:

1º LUGAR – R$ 6.000,00 + TROFÉU
2º LUGAR – R$ 3.500,00 + TROFÉU
3º LUGAR – R$ 2.500,00 + TROFÉU
4º LUGAR – R$ 2.000,00 + TROFÉU
5º LUGAR – R$ 1.000,00 + TROFÉU

Melhor de Andradas – R$ 1.000,00 + TROFÉU

O Festival é produzido pelo Pomar Cultural, organizado por França Comissão Organizadora, patrocinado por  Icasa – Louça Sanitária,  realizado através da Lei estadual de Incentivo à Cultura MG.