O caso foi registrado como maus tratos pela PM e será encaminhado para Polícia Civil apurar.

Um cavalo que foi abandonado no final da tarde da noite deste domingo, na altura do número 90, na Avenida Antônio Emídio Rezende, no Jardim Country Club vítima de exaustão terá de ser sacrificado.

De acordo com testemunhas o cavalo estaria participando de uma cavalhada e foi abandonado pelo proprietário depois que o animal caiu no chão exausto. A Polícia Militar foi chamada e quando chegou ao local o dono havia fugido.

Como o cavalo não conseguia se levantar, moradores preocupados com a situação tentaram ajudar. Por volta das 22h o animal foi removido com a ajuda de voluntários e das equipes de veterinária do Centro de Controle de Zoonoses e da PUC Minas.

De acordo com a avaliação conjunta entre as equipes feita no animal na manhã desta segunda-feira, a veterinária do CCZ, Elis Roberti Perlato do Lago, constatou que o cavalo encontra-se com paralisia das patas traseiras e uma possível lesão na medula.

Diante da grave situação, as equipes do CCZ e do departamento de veterinária da PUC, decidiram que infelizmente, a melhor opção para amenizar o sofrimento do cavalo é a eutanásia.

O caso foi registrado como maus tratos pela PM e será encaminhado para Polícia Civil apurar.

Fonte: Roni Bispo/Poços.com