Mulher de 18 anos foi libertada após ficar três semanas trancada dentro de casa por companheiro em Andradas.
Animal foi salvo, após uma hora de trabalho intenso do Corpo de Bombeiros.

O caso aconteceu na manhã desta segunda-feira (10), no Jardim Nova Andradas, quando um vizinho acionou a Polícia Militar após pedido de ajuda da vítima.

Um vizinho ligou para a  PM, que constatou o cárcere e em seguida foi até o local de trabalho do homem na Av. Ricarti Teixeira e o conduziu para ser ouvido na Delegacia de Andradas. 

Com o suspeito foram localizadas as chaves da residência, que a PM usou para abrir a porta da casa. A mulher e o bebê também foram levados para a Delegacia. A mulher foi ouvida na Delegacia de Andradas e disse que passava necessidades em casa.

O suspeito disse em depoimento que a mulher de 18 anos tem problemas mentais e “tendência suicida”, por isso a mantinha trancada em casa com a criança de 1 ano apenas.
A mulher que é natural do Paraná, disse que o companheiro não é pai de seu filho. O suspeito tem 35 anos e é natural da cidade de São João da Boa Vista.