Médica andradense liderou a equipe do Samu, que conseguiu salvar o francês em Poços de Caldas. Foto do Corpo de Bombeiros.

Um turista francês de 71 anos sofreu uma parada cardiorrespiratória durante um passeio na Trilha do Cristo, em Poços de Caldas, na manhã deste domingo (10). Segundo o Corpo de Bombeiros, o resgate demorou mais de uma hora, devido ao lugar de difícil acesso e a vítima estar entubada e ligada em aparelhos de oxigênio.

A médica andradense, Lívia Carvalho Lobo, foi quem liderou a  equipe do Samu que socorreu o homem. Segundo a médica, a vítima  já estava na descida da trilha, provavelmente teve um infarto seguido de  parada cardiorrespiratória e só apresentou resposta depois de 25 minutos de  tentativas de ressuscitação. Foram  ministrados medicamentos intravenosos  e usado um desfibrilador, sendo aplicados  cerca de oito choques durante as tentativas de ressuscitação.

Os bombeiros ainda tiveram dificuldade em transportar a vítima até a ambulância devido às condições da trilha e do peso da vítima, de 120 kg. Por isso foi preciso usar uma maca especial dos bombeiros, chamada “Sked”, própria para resgate em locais de difícil acesso.

O turista foi levado de ambulância pelo Samu até o Hospital Santa Lúcia, onde ficou em observação.