Bombeiros trabalham no meio da lama em busca dos desaparecidos.

Por Bruno Inácio/Hoje em Dia

No nono dia de buscas de corpos e sobreviventes da tragédia da Vale, em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, a Defesa Civil atualizou o número de vítimas da tragédia. Até a manhã deste sábado (2), 121 corpos haviam sido encontrados, outras 226 pessoas estão desaparecidas.

Segundo o tenente Pedro Aihara, porta-voz do Corpo de Bombeiros, mesmo com mais dificuldade de localizar corpos a partir de agora, não haverá diminuição do efetivo, até que o “último corpo seja encontrado” ou já não tenha mais como encontrar corpos por decomposição do material orgânico.

Na noite dessa sexta (1º), os bombeiros chegaram em uma área que seria o vestiário da mineradora. De acordo com o porta-voz, objetos como armários e cadeiras dão indícios de que as buscam chegaram nessas instalações. Nesta manhã, cães farejadores estão sendo usados para tentar achar corpos no local.

“A partir disso, nós começamos a fazer escavações no local. Nós utilizamos a técnica que se chama cone de odor. Nós fazemos perfurações de modo que o cheiro chegue à superfície e os cães farejadores conseguem identificar se existem corpos no local”, explicou Aihara.