Mulher morta por ex-companheiro em Formiga. Foto do facebook.

Do Estado de Minas

Uma fisioterapeuta de 37 anos foi assassinada pelo ex-companheiro, de 45 anos, na noite dessa quinta-feira em Formiga, Região Oeste de Minas Gerais. O homem também atirou em uma das cinco filhas dela, de 17 anos, que está internada em um hospital da cidade. Após balear as duas, ele se matou com um tiro na cabeça. Milena da Silva Pereira Siqueira pediu uma medida protetiva contra Emerson Modesto de Faria no último outubro.

Por meio da assessoria de imprensa da Polícia Civil, a Delegacia de Mulheres da cidade informou que Emerson era casado com outra mulher – que sabia do envolvimento dele com a vítima. Quando Milena pôs fim ao relacionamento com ele, o homem passou a ameaçá-la.

HISTÓRICO DE VIOLÊNCIA

Em 4 de outubro do ano passado, a fisioterapeuta procurou a delegacia para denunciar as ameaças. Equipes de policiais civis procuraram Emerson, que foi levado para a delegacia e preso em flagrante com base no Artigo 147 do Código Penal (crime de ameaça), mas ele pagou fiança e foi liberado. No mesmo dia, foi requerida a medida protetiva para Milena junto ao Judiciário. A vítima informou à delegada que Emerson não a procurava mais, mas passava de carro frequentemente em frente a casa dela. No início da tarde, o Tribunal e Justiça de Minas Gerais (TJMG) informou que não havia medida protetiva para Milena na comarca de Formiga, apenas um registro de violência doméstica contra Emerson.

O ATAQUE

O crime ocorreu perto da casa das vítimas, no Bairro Recanto da Praia. Ele estava dentro do carro, esperando a mulher a certa distância e, quando Milena chegou com a filha, ele as abordou e efetuou os disparos. Conforme a Polícia Civil, há relatos preliminares de que ele tentou forçá-la a entrar no carro. Após ela resistir, foi baleada junto com a filha.

Mãe e filha foram atingidas no tórax. A adolescente ainda tentou se proteger com uma das mãos, que também foi gravemente ferida por um disparo. Em seguida, o homem atirou contra a própria cabeça. O Corpo de Bombeiros foi chamado às 20h40.